Arquivo

Archive for the ‘Inovação’ Category

Be Creative – Resumo do Webinar

Abril 16, 2011 Deixe um comentário

No passado dia 15 de Abril realizamos um webinar gratuito subordinado ao tema “Be Creative”, com resultados fantásticos . Para aqueles que não tiveram oportunidade de se juntar a nós durante este webinar aqui fica uma versão resumo do mesmo.

A todos aqueles que tiveram a oportunidade de participar, o nosso obrigado pela vossa presença que em muito enrriqueceu a apresentação proporcionando um animado debate entre os presentes.

Anúncios

“Be Creative” Webinar grátis

Abril 5, 2011 1 comentário

No próximo dia 15 de Abril pelas 11:30h (hora UTC – Lisboa) iremos realizar um Webinar subordinado ao tema “Be Creative”.

Este Webinar é gratuito e terá a duração aproximada de 1 hora. 

As inscrições encontram-se já disponíveis neste link.  http://www.anymeeting.com/PIID=EF55DC8983

Os seis chapéus de Edward de Bono

Fevereiro 25, 2011 Deixe um comentário

Edward de Bono desenvolveu o método dos seis chapéus como uma ferramenta facilitadora do processo de decisão. Ele acredita que quando uma pessoa esta a lidar com uma espectro alargado de informação e diferentes perspectivas simultaneamente é fácil dispersar na linha de pensamento. Esta ferramenta ajuda a separar e focar por partes os problemas tornando possível tomar decisões mais claras.

Esta aplicação desenvolvida para smartphones andorid, esta disponível gratuitamente na secção Downloads. É uma aplicação que permite recordar rapidamente o significado de cada chapéu facilitando a utilização do método.

Open Innovation

Janeiro 14, 2011 Deixe um comentário

O conceito de open innovation é relativamente novo, e trás para os domínios da inovação toda a plenitude da expressão “A união faz a força”.

Sempre que uma organização decide envergar pelos caminhos da inovação depara-se com uma etapa crucial que consiste em gerar, recolher e gerir ideias que estarão na génese da dita inovação. Esta etapa é, regra geral, uma dor de cabeça para as nossas organizações. Em grande parte creio, porque concebem nas suas cabeças um processo de inovação fechado, onde o desenvolvimento e marketing de novos produtos, processos e modelos de negócios ocorre dentro dos limites da organização. Este modelo de inovação assume que as pessoas mais competentes e inteligentes trabalham para nós, o que não é necessariamente verdade.

Nos últimos anos a mobilidade e disponibilidade de pessoas com um nível de educação superior têm aumentado, como resultado, uma grande quantidade de conhecimento existe hoje fora dos grandes centros de investigação das grandes organizações, adicionalmente, quando um pessoa muda de emprego leva consigo uma grande quantidade de conhecimento gerando fluxos de conhecimento entre empresas.

Tomado consciência destes factos concluímos facilmente que nem todas as pessoas inteligentes trabalham para nós e que precisamos de trabalhar com outras pessoas que não pertencem à nossa organização. Temos necessidade de abrir as portas à inovação.

É por isso que assistimos hoje um número crescente de organizações que procuram outras formas de aumentar a eficiência e eficácia dos seus processos de inovação através da busca activa de tecnologia e ideias fora dos seus limites organizacionais, trabalhando em cooperação com outras organizações, fornecedores e concorrentes de forma a criar valor.

Aqui ficam dois excelentes exemplos deste conceito de “Open Innovation” que partem de outras duas grandes organizações

Google:

Do you have a good idea for an experiment that you’d like to share with the world?

To help make today’s young scientists the rock stars of tomorrow, in partnership with CERN, The LEGO Group, National Geographic and Scientific American, we’re introducing the first global online science competition: the Google Science Fair

http://www.google.com/events/sciencefair/index.html

HP:

HP Labs’ Open Innovation Office pursues and coordinates research collaborations with top researchers and entrepreneurs in academia, government and business around the world. It ensures joint research endeavors result in high-impact research that meets HP and its partners’ scientific and business objectives.

The office consists of a global team, bringing together expertise from around the world to foster discovery and address important issues; connecting the world’s leading researchers, scientists, and entrepreneurs through ground-breaking programs; and collaborating with them to tackle the next generation of breakthrough technologies

http://www.hpl.hp.com/open_innovation/

Referencias: Chesbrough, H. (2003), “Open Innovation: The New Imperative for Creating and Profiting from Technology“, Harvard Business School Press.